Ações da Petrobras caem quase 3% após frustração com pesquisas

jueves 4 de septiembre de 2014 09:34 GYT
 

SÃO PAULO, 4 Set (Reuters) - As ações da Petrobras abriram em forte queda nesta quinta-feira na Bovespa, após pesquisas Ibope e Datafolha não confirmarem especulações no mercado de que a candidata do PSB, Marina Silva, iria abrir vantagem sobre a presidente Dilma Rousseff (PT), particularmente no primeiro turno.

Pesquisas Ibope e Datafolha divulgadas na quarta-feira mostraram Dilma e Marina empatadas tecnicamente no primeiro turno da disputa presidencial deste ano, com vitória da candidata do PSB em um eventual segundo turno.

Às 10h33, as preferenciais da estatal caíam 2,76 por cento, enquanto as ações ordinárias recuavam 3,07 por cento. Também as ações do Banco do Brasil recuavam fortemente, com declínio de 3,12 por cento.

No mesmo horário, o Ibovespa cedia 1,27 por cento.

O foco no cenário eleitoral ofuscava anúncio da petroleira estatal da véspera, de comercialidade das áreas de Sul de Guará, Nordeste de Tupi e Florim, que integram o contrato da cessão onerosa estabelecido com o governo na época da última capitalização da empresa. (Por Paula Arend Laier; Edição de Anna Flávia Rochas)