Ações da Petrobras caem mais de 2%; Goldman Sachs corta recomendação

miércoles 29 de octubre de 2014 08:28 GYT
 

SÃO PAULO, 29 Out (Reuters) - As ações da Petrobras devolviam parte da alta da véspera nos primeiros negócios desta quarta-feira, conforme seguem as expectativas sobre a futura equipe econômica da presidente Dilma Rousseff e especulações sobre preços de combustíveis.

Os papéis da estatal também tiveram sua recomendação pelo Goldman Sachs reduzida de "compra" para "neutra", com o preço-alvo passando de 23 para 18 reais, no caso da preferencial , enquanto o da ação ON passou de 22,2 para 17,1 reais. O banco também removeu as ações da sua lista LatAm Spotlight.

Às 10h27, Petrobras PN caía 2,4 por cento, enquanto a ação ordinária recuava 2,6 por cento. No mesmo horário, o Ibovespa cedia 0,7 por cento. (Por Paula Arend Laier, edição Alberto Alerigi Jr.)