ADRs da Petrobras em Frankfurt recuam mais de 15%

lunes 27 de octubre de 2014 06:19 GYT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Os ADRs da Petrobras negociados em Frankfurt recuavam fortemente nesta segunda-feira, após reeleição da presidente Dilma Rousseff no domingo, sinalizando uma abertura bastante negativa para o desempenho das ações da estatal brasileira na Bovespa.

Os papéis da petroleira vinham reagindo fortemente à dinâmica eleitoral, em meio à insatisfação por parte de analistas e operadores com as diretrizes econômicas do governo de Dilma, particularmente o que consideram como intervenção na empresa.

Às 8h18 (horário de Brasília), os ADRs recuavam 16,45 por cento.

(Por Paula Arend Laier)