TABELA-BTG Pactual e Itaú BBA lideram raking de fusões no 1º semestre

miércoles 1 de julio de 2015 09:08 GYT
 

SAO PAULO, 1 Jul (Reuters) - No ano até 30 de junho, as companhias
anunciaram 14,47 bilhões de dólares em fusões no Brasil, menor cifra em uma
década, mostrou um levantamento da Thomson Reuters. O número de transações caiu
39 por cento ante o ano anterior, e 65 por cento na comparação com os últimos
seis meses de 2014.
    Veja a seguir o ranking dos principais assessores financeiros de operações
de fusões e aquisições envolvendo empresas brasileiras em 2015 até junho.
    
    RANKING POR VALOR DOS NEGÓCIOS, INCLUINDO A DÍVIDA DA EMPRESA COMPRADA:
        
            ASSESSOR FINANCEIRO          VALOR DAS TRANSAÇÕES    POSIÇÃO NO
                                           (1º SEMESTRE/15)      RANKING EM
                                                                    2014
  1             BTG Pactual                    7,526 bi               2
  2              Rothschild                    6,415 bi               4
  3          Santander Brasil                  5,896 bi               1
  4               Itaú BBA                     4,876 bi               3
  5            Deutsche Bank                   3,648 bi               -
  6            Credit Suisse                   3,629 bi               5
  7                UBS AG                      3,431 bi              12
  8             Moelis & Co                  502,4 milhões            -
  9            Goldman Sachs                 431,5 milhões            8
 10           Morgan Stanley                 312,9 milhões           14
                   TOTAL                       14,47 bi               -
  
    RANKING POR NÚMERO DE NEGÓCIOS:
    
            ASSESSOR FINANCEIRO           NÚMERO DE NEGÓCIOS     POSIÇÃO NO
                                            (1º SEMESTRE/15)     RANKING EM
                                                                    2014
  1               Itaú BBA                        17                  1
  2              BTG Pactual                      15                  2
  3           Santander Brasil                    11                  3
  4              Rothschild                        5                  5
  5           Morgan Stanley                       4                  6
  5            Credit Suisse                       4                 11
  7            Goldman Sachs                       3                 11
  7             BR Partners                        3                 13
  7                 KPMG                           3                 13
  7        PricewaterhouseCoopers                  3                 16
                   TOTAL                          256                 -
 
 (Reportagem de Guillermo Parra-Bernal; Edição de Cesar Bianconi)