3 de noviembre de 2014 / 11:03 / hace 3 años

PT dispara 11 pct com perspectiva Oi encaixe 7.025 ME oferta Altice

4 MIN. DE LECTURA

LISBOA, 3 Nov (Reuters) - As acções da Portugal Telecom SGPS (PT) dispararam 11 pct impulsionadas pela perspectiva que a sua participada Oi encaixe 7.025 milhões de euros (ME) com a venda à Altice da PT Portugal, segundo operadores.

No âmbito da fusão entre PT e a Oi, e do aumento de capital da telecom brasileira, os activos físicos do negócio de telecoms da PT-SGPS transitaram para a Oi.

A operadora brasileira ficou dona da PT Portugal, enquanto a cotada PT-SGPS passou a ter apenas uma posição de 25,6 pct na Oi e 897 ME de dívida da insolvente Rioforte, do Grupo Espírito Santo.

As acções da PT tocaram máximos desde 10 de Outubro, nos 1,455 euros, na abertura de mercado, seguindo, entretanto, a avançar 5 pct, nos 1,38 euros.

Os operadores de mercado adiantam que as acções da PT SGPS sobem porque a sua participação accionista tornou-a umbilicalmente ligada à Oi, que perspectiva um encaixe significativo com a oferta dos franceses da Altice.

"A oferta dá ânimo ao título. A PT SGPS tem essa participação (de 25,6 pct) na Oi, que perspectiva um encaixe considerável. A PT SGPS beneficia por esta via indirecta", explicou João de Deus, operador da DifBroker em Lisboa.

O grupo francês fez uma oferta de 7.025 ME para comprar os activos portugueses de telecomunicações da PT Portugal à Oi.

A Oi já disse que foi contactada por vários interessados no negócio de telecomunicações da PT Portugal, incluindo os franceses da Altice.

"Toda esta valorização parte do princípio que a Oi quer fazer aquisições internamente e, para isso, precisa de liquidez porque tem um endividamento enorme. A Oi quer aumentar a quota de mercado no Brasil, para isso precisa de aquisições internas e essas custam dinheiro", vincou João de Deus.

A concretizar-se, a venda da PT Portugal marcaria o fim efectivo da fusão da Oi com a Portugal Telecom, anunciada em Dezembro de 2013 e que visava criar um operador mais forte e com um balanço também fortalecido

"Sem saber todos pormenores sobre a avaliação da empresa, é difícil dizer se é o valor correcto ou não, mas parece atractivo. É preciso, contudo, ter em consideração que a dívida da RioForte está fora e os negócios de África também", disse João de Deus.

A fusão foi abalada seriamente pelo escândalo do colapso do Grupo Espírito Santo (GES) que enfraqueceu a PT, deixando a empresa que resultaria da combinação das duas telecoms afundada em dívidas e a lutar num mercado brasileiro que se encaminha para maior consolidação.

A Oi tem referido que o 'default' de 897 ME de dívida comprada pela PT à insolvente Rioforte do GES causou um dano sério e, na sequência deste incumprimento, o ex-presidente executivo da Oi, Zeinal Bava, e o ex-presidente da PT renunciaram aos seus cargos.

"Não é claro que a oferta da Altice vá ser aceite. Os sinais que der daqui para a frente deverão ser determinantes na performance das acções", referiu o trader da DifBroker.

"Sinais no sentido do 'não' poderão provocar correcções, e, há, em alternativa, a possiblidade da Oi dizer que não mas querer negociar para tentar melhorar a oferta", acrescentou.

Albino Oliveira, analista da Fincor, referiu que "o mercado está a assumir que há margem para haver negociações com a Oi e, sabendo que a Oi quer continuar a participar nos movimentos de concentração no mercado doméstico, esta venda permite ganhar folga no balanço".

A Altice tem uma estratégia de aquisições para aumentar a sua presença na Europa. Em Abril, a empresa de cabo francesa controlada pelo Grupo Altice Numericable fez um acordo para comprar a segunda maior operadora de telecoms móveis de França SFR à Vivendi.

O Executive Chairman da Altice, Patrick Drahi, disse numa conferência com investidores em Setembro que a estratégia do seu grupo visava alvos de aquisição em países onde já estava presente, como Portugal e Bélgica. (Por Daniel Alvarenga e Patrícia Vicente Rua; Editado por Sérgio Gonçalves)

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below