27 de noviembre de 2014 / 18:49 / hace 3 años

Isabel dos Santos valoriza accionistas Oi e PT com encaixe directo e imediato-Porta-voz

4 MIN. DE LECTURA

Por Sergio Goncalves

LISBOA, 27 Nov (Reuters) - Isabel dos Santos considera que a Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre a PT-SGPS valoriza os accionistas da brasileira Oi e da PT-SGPS ao dar-lhes um encaixe financeiro directo e imediato, querendo que o 'bid' chegue rápido ao mercado, disse o porta-voz da empresária angolana.

A portuguesa Terra Peregrin, cuja dona é a filha do presidente de Angola, vai entregar amanhã, à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o projecto de prospecto e o projecto de anúncio de lançamento da OPA sobre a PT-SGPS, quando o prazo legal era 1 de Dezembro.

A 9 de Novembro, a Terra Peregrin lançou uma OPA geral voluntária sobre a 1,35 euros por cada acção da PT-SGPS, que tem apenas 25,6 pct da Oi e os 900 milhões de euros (ME) de dívida comprada da falida Rioforte, que incumpriu o pagamento.

A maioria do capital da PT-SGPS está disperso em investidores institucionais internacionais, mas tem como maior accionista individual o Novo Banco com 12,6 pct do capital, sendo seguido pela Oi e pela Ongoing com 10 pct cada.

Esta oferta voluntária, que tem um valor global de 1.210 milhões de euros (ME), tem como objetivo manter a empresa intacta ao travar a venda dos ativos de telecomunicações portugueses da PT Portugal que são detidos pela Oi.

"O nosso objectivo é que a OPA chegue ao mercado no mais curto espaço de tempo possível porque acreditamos que ela valoriza os accionistas da Oi e da PT Portugal, nomeadamente através de um encaixe financeiro directo e imediato", afirmou o porta-voz de Isabel dos Santos.

Adiantou que esta "é a única proposta conhecida que mantém a integralidade e as competências de marketing, engenharia, inovação e desenvolvimento do Grupo Portugal Telecom".

A 12 de Novembro, os fundos de investimento Apax e Bain avançaram com uma oferta conjunta de 7.075 ME pelos activos portugueses da PT Portugal, um valor mais elevado do que a proposta de 7.025 ME da francesa Altice.

"Levantámos todas as condições que estavam nas mãos da Oi e que diziam respeito aos nossos direitos, apenas se mantendo uma condição dependente da Oi e que valoriza as posições e os direitos dos actuais accionistas da PT SGPS", disse o porta-voz.

Este refere-se ao facto de Isabel dos Santos prescindir da opção que a PT-SGPS tem de comprar acções da Oi em favor dos accionistas minoritários que não aceitem a sua oferta.

Esta opção é válida nos próximos seis anos e prevê que a possibilidade de compra de 10 pct de acções da Oi expira ao fim do primeiro ano e de 18 pct no final dos cinco anos seguintes.

Mas, mesmo assim, se a Oi não aceitar esta condição, Isabel dos Santos está disponível para retirá-la também.

"Esperamos que a Oi não se oponha a essa condição, mas, se a Oi o vier a fazer, anunciamos desde já a nossa disponibilidade para prescindir dela", acrescentou.

Contudo, a OPA ficará condicionada à aprovação pela Assembleia Geral da PT-SGPS da desblindagem dos Estatutos desta; à aprovação pela CMVM do pedido de derrogação da obrigatoriedade de lançar OPA obrigatória; e à autorização da Autoridade de Concorrência.

Hoje, uma fonte próxima da empresária angolana já tinha referido que esta considera que o preço de 1,35 euros é justificado e não quer subi-lo, apesar de ser inferior à cotação em Bolsa.

A CMVM pode aceitar a justificação e equidade da contrapartida desta oferta voluntária ou transformá-la numa oferta obrigatória, com uma contraparida superior.

As acções da PT-SGPS fecharam a cair 2,89 pct para 1,51 euros. (Por Sérgio Gonçalves; Editado por Daniel Alvarenga)

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below