1 de diciembre de 2014 / 11:24 / hace 3 años

PT SGPS cai 13 pct com menor chance sucesso OPA Isabel Santos, efeito Oi

LISBOA, 1 Dez (Reuters) - A PT SGPS afundou 13 pct, penalizada pela redução da probabilidade de sucesso da oferta pública de aquisição (OPA) de Isabel dos Santos sobre as suas acções, após a brasileira Oi ter aceite entrar em negociações exclusivas com a Altice para a venda da PT Portugal, segundo dealers.

Um dos objectivos centrais da OPA de Isabel dos Santos sobre a PT SGPS é evitar a venda dos activos portugueses da PT Portugal.

“A reacção do mercado parece apontar para que este avançar da Oi para negociações exclusivas com a Altice torne menos provável o sucesso da oferta de Isabel dos Santos”, referiu Albino Oliveira, analista da Fincor.

Os franceses da Altice entraram em negociações exclusivas com a Oi, oferecendo 7.400 milhões de euros (ME), e vão passar as próximas semanas a finalizar o acordo e a completar o ‘due dilligence’.

“Há dois factores a colocar pressão: primeiro, a questão de saber até que ponto, a concretizar-se este negócio entre Altice e Oi, este vai contra algumas condições da proposta de Isabel dos Santos e leve esta a não avançar ou a falhar”, acrescentou.

No final da semana passada, um porta-voz da empresária angolana Isabel dos Santos disse que considera que a OPA sobre a PT-SGPS valoriza os accionistas da Oi e da PT-SGPS ao dar-lhes um encaixe financeiro directo e imediato.

O porta-voz acrescentou, na altura, que quer que o ‘bid’ chegue rápido ao mercado.

“Como segundo factor a pressionar a PT SGPS, as acções da Oi fecharam em baixa na sexta-feira, o que sempre pressiona. À tarde, quando o mercado no Brasil abrir, será importante perceber como é que os investidores na Oi recebem a notícia da oferta da Altice, o que será determinante para a direcção das acções da PT SGPS”, sublinhou Albino Oliveira.

“Se houver uma reacção positiva, porque o negócio vai permitir baixar o endividamento, esta terá um efeito positivo na PT SGPS”, vincou.

As acções da PT SGPS tocaram um mínimo ‘intraday’ nos 1,311 euros, seguindo agora a perder 6 pct para 1,42 euros. O índice PSI20 cai 2 pct.

“Uma das condições da oferta sobre a PT SGPS teria a ver com não haver alterações em alguns activos da Oi, e é preciso lembrar que um dos propósitos da oferta de Isabel dos Santos seria impedir a venda da PT Portugal”, lembrou o analista da Fincor.

A cotada PT SGPS já não detém directamente os activos físicos dos negócios de telecoms em Portugal. Esta empresa é dona de uma participação de 25,7 pct na Oi, 900 ME de dívida da insolvente Rioforte e também uma opção de compra de até 18 pct das acções da Oi nos próximos seis anos.

Já a PT Portugal é o maior ‘player’ nacional de telecoms, inteiramente detido pela brasileira Oi. (Por Daniel Alvarenga; Editado por Sérgio Gonçalves)

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below