for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Brazil

BC não tem nível de preço para câmbio e poderá intervir pesadamente se necessário, diz Campos Neto

Homem mostra notas de dólare em uma casa de câmbio em Peshawar, Paquistão 03/12/2018 REUTERS/Fayaz Aziz

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse nesta quarta-feira que a autoridade monetária não trabalha com nível de preço para o câmbio e que poderá intervir “pesadamente” caso ache necessário.

Ao participar virtualmente de evento promovido pela Bloomberg, ele lembrou que, em algum momento no caminho do dólar para o patamar de 6 reais, houve a avaliação interna de que o câmbio estava descolado. O BC iria intervir mais pesadamente e se preparou para tanto, mas a moeda norte-americana começou a se estabilizar e voltar em direção aos 5 reais.

Segundo Campos Neto, se os mesmos problemas de disfuncionalidade identificados no passado forem novamente vistos, o BC estará pronto para agir “pesadamente”.

Sobre a volatilidade cambial, ele reiterou visão já externada de que o BC não dispõe de instrumento válido para lutar contra o movimento. O BC segue estudando os fatores que estão provocando a volatilidade, completou ele, citando a realização de mais contratos pequenos e o uso do real como hedge.

Por Marcela Ayres

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up