for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Brazil

Trump diz que EUA "fizeram muito progresso" com Coreia do Norte

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse neste sábado que teve uma reunião “incrível” com o enviado da Coreia do Norte para assuntos nucleares, Kim Yong Chol, e que os dois lados fizeram “muito progresso” sobre descnuclearização.

A Casa Branca anunciou após as conversas de sexta-feira entre Trump e Kim que o presidente norte-americano realizaria uma segunda reunião com o líder norte-coreano, Kim Jong Un, no fim de fevereiro, mas que vai manter as sanções econômicas sobre Pyongyang.

“Foi uma reunião incrível”, disse Trump a repórteres em relação às conversas.

“Nós concordamos em nos reunir em algum momento, provavelmente no fim de fevereiro. Já escolhemos um país, mas vamos anunciá-lo no futuro. Kim Jong Un está ansioso por isso e eu também.”

“Fizemos muito progresso no que diz respeito a desnuclearização e estamos falando sobre muitas coisas diferentes. As coisas estão indo muito bem com a Coreia do Norte”, disse ele.

Trump e a Casa Branca não deram detalhes das conversas e, apesar das declarações otimistas dele, não há indicação de uma diminuição nas diferenças sobre a exigência norte-americana de que a Coreia do Norte abandone seu programa de armas nucleares que ameaça os EUA e a demanda de Pyongyang para o fim das sanções punitivas.

Por Steve Holland e David Brunnstrom

Nuestros Estándares: Los principios Thomson Reuters.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up