for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Brazil

Biden planeja mudança para Casa Branca, e Trump mantém esperança em vitória

WASHINGTON (Reuters) - O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, prosseguirá com os preparativos para seu novo governo nesta quarta-feira, enquanto o presidente Donald Trump leva adiante uma série de ações na Justiça que contestam os resultados da eleição na tentativa de se agarrar ao poder.

Presidente eleito dos EUA, Joe Biden, em Wilmington, no Estado norte-americano de Delaware 10/11/2020 REUTERS/Jonathan Ernst

Trump se recusa a admitir a derrota, preferindo fazer alegações infundadas de fraude eleitoral que ganharam pouco fôlego. Na terça-feira, sua equipe disse que planeja iniciar uma ação na Justiça de Michigan para impedir o Estado de certificar os resultados um dia depois de iniciar um processo semelhante no Estado da Pensilvânia.

Até agora, juízes de Michigan e da Geórgia rejeitaram as ações jurídicas da equipe de Trump, e especialistas legais dizem que o litígio tem pouca chance de alterar o desfecho da eleição realizada em 3 de novembro.

Cerca de 80% dos norte-americanos, incluindo metade dos republicanos, dizem que Biden é o vencedor legítimo, de acordo com uma pesquisa Reuters/Ipsos publicada na terça-feira.

No mesmo dia, Trump sofreu outro possível revés quando democratas do Comitê de Supervisão da Câmara dos Deputados disseram que um carteiro que afirmou ter testemunhado adulteração de cédulas na Pensilvânia retirou as alegações, segundo a agência reguladora interna do Serviço Postal.

A equipe de Trump havia tentado usar a declaração do carteiro para incentivar uma investigação do FBI. Enquanto isso, apoiadores de Trump arrecadaram mais de 136 mil dólares para ele no site de arrecadação Go Fund Me, mas a página foi retirada do ar depois da notícia de que o carteiro voltou atrás, noticiou o Washington Post.

Biden planeja se reunir nesta quarta-feira com conselheiros que o estão ajudando a se preparar para tomar posse no dia 20 de janeiro de 2021.

Ele recrutou especialistas em finanças, comércio e bancos para sua equipe de transição, que inclui de democratas graduados a ativistas progressistas, refletindo o debate em curso dentro do partido sobre a maneira de enfrentar a mudança climática, a desigualdade de renda e outras questões.

Biden também está recrutando pessoas que conceberam regras ambientais mais rígidas quando serviram ao presidente Barack Obama.

O desfecho da eleição ainda está indefinido em alguns Estados. Trump tem uma vantagem de 50,0% a 48,7% na Carolina do Norte, enquanto Biden tem uma dianteira de 49,5% a 49,2% na Geórgia e de 49,4% a 49,0% no Arizona, de acordo com a consultoria Edison Research.

Nacionalmente, Biden lidera por 3,2 pontos percentuais, ou quase 5 milhões de votos, à medida que as últimas tabulações chegam.

Reportagem adicional de Jan Wolfe e Jeff Mason

Nuestros Estándares: Los principios Thomson Reuters.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up