for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Brazil

Desempenho forte de serviços na China ofusca crescimento mais lento da indústria, mostra PMI oficial

Trabalhadores em linha de produção de fábrica de Xangai. REUTERS/Aly Song/File Photo

PEQUIM (Reuters) - A atividade industrial da China cresceu a um ritmo mais lento em agosto depois que enchentes no sudoeste da China afetaram a produção, mas o setor de serviços expandiu a uma taxa sólida em um impulso para a economia em meio à recuperação do choque pelo coronavírus.

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) oficial de indústria caiu a 51 em agosto de 51,1 em julho, mostraram nesta segunda-feira dados da Agência Nacional de Estatísticas. Ele permanece acima da marca de 50 que separa crescimento de contração.

Analistas esperavam aceleração a 51,2.

O vasto setor industrial da China está continuamente retornando aos níveis vistos antes da pandemia, conforme a demanda represada, a expansão da infraestrutura com medidas de estímulo e a resiliência das exportações ajudam na recuperação, embora ela permaneça desigual.

O subíndice para a atividade de empresas pequenas foi a 47,7 em agosto de 48,6 em julho, com mais da metade delas informando falta de demanda e mais de 40% citando questões financeiras, disse Zhao Qinghe, estatísticas de agência de estatísticas.

Mas o PMI não manufatureiro, que inclui serviços e construção, avançou a 55,2 de 54,2 em julho, mostrou a pesquisa.

A economia chinesa, que cresceu 3,2% no segundo trimestre sobre o ano anterior, deve expandir 2,2% este ano, nível mais fraco em mais de três décadas.

Reportagem de Stella Qiu e Ryan Woo

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up