for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Brazil

Encomendas de exportação aumentam em agosto e impulsionam indústria da China, mostra PMI do Caixin

Funcionários em linha de produção de peçcas de metal em Hangzhou, China Daily via REUTERS

PEQUIM (Reuters) - A atividade industrial da China expandiu no ritmo mais rápido em quase uma década em agosto, impulsionada pelo primeiro aumento nas novas encomendas de exportação este ano conforme a produção aumenta para atender à demanda, mostrou nesta terça-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit.

O PMI subiu a 53,1 no mês passado de 52,8 em julho, marcando o quarto mês seguido de crescimento para o setor e a taxa mais forte de expansão desde janeiro de 2011. A marca de 50 separa crescimento de contração.

A leitura superou a expectativa de analistas de leve queda a 52,6 e contrastou com pesquisa oficial na segunda-feira, que mostrou que a atividade industrial cresceu a um ritmo ligeiramente mais fraco em agosto diante das enchentes no sudoeste da China.

Mas houve sinais positivos em ambos os PMIs. A tendência de melhora das novas encomendas de exportação na pesquisa oficial foi similar ao do levantamento do Caixin/Markit.

No dado do Caixin, as fábricas chinesas informaram o primeiro aumento nas novas encomendas de exportação este ano em agosto, uma vez que outros países aliviaram as restrições devido à Covid-19.

Isso também levou a nova expansão na produção, marcando o mais forte ganho em quase uma década.

Reportagem de Stella Qiu e Ryan Woo

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up