for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Brazil

Importações acumuladas da China vão superar US$22 tri na próxima década, diz presidente Xi

Presidente da China, Xi Jinping. REUTERS/Thomas Peter/File Photo

XANGAI (Reuters) - As importações acumuladas de bens da China vão superar 22 trilhões de dólares na próxima década e o país está acelerando sua abertura apesar da pandemia global de coronavírus, afirmou nesta quarta-feira o presidente Xi Jinping.

Xi falou por mensagem de vídeo na cerimônia de abertura da China International Import Expo em Xangai.

A China optou por realizar sua feira anual de importação este ano, um raro evento presencial realizado durante a pandemia, embora com limite de capacidade e restrições sanitárias. Analistas disseram que isso é um sinal de o país está aberto a negócios.

O país deverá ser a única grande economia a crescer este ano após conseguir controlar a epidemia.

Xi disse que a China quer tornar seu mercado “o mercado do mundo” conforme avança para um modelo econômico de “dupla circulação”. O país vai, por exemplo, reduzir as restrições às importações, tratar todas as empresas registradas na China igualmente e assinar mais acordos comerciais com outros países, disse ele.

Ele acrescentou que o mundo precisa trabalhar junto, ir contra o unilateralismo e não “golpear” um ao outro já que a economia global enfrenta muitos desafios, especialmente com a epidemia.

Reportagem de Brenda Goh e Winni Zhou

Nuestros Estándares: Los principios Thomson Reuters.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up