May 26, 2019 / 2:01 PM / a month ago

Eleição em estado alemão pode ameaçar futuro de coalizão de Merkel

BERLIM (Reuters) - Eleitores do estado de Bremen, ao norte do país, pareciam prontos a provocar um humilhante golpe sobre os Social Democratas da Alemanha (SPD) na eleição deste domingo, que poderia acelerar o fim da coalizão federal com os conservadores de Angela Merkel.

As pesquisas no menor estado da Alemanha, focada no porto da cidade de mesmo nome, estão apertadas, mas indicam os riscos de o SPD perder uma reduto que domina por 73 anos. Nenhum outro estado alemão foi governado pelo mesmo partido por tanto tempo.

As eleições para o Parlamento Europeu no mesmo dia das eleições parlamentares de Bremen podem aumentar ainda mais a pressão sobre a “grande coalizão” de Merkel, com a probabilidade de tanto os conservadores quanto o SPD sofrerem fortes perdas.

Caso o SPD perca Bremen para os conservadores da União Democrata-Cristã (CDU), a pressão deve aumentar para que o líder do partido Andrea Nahles encerre ou rompa com a coalizão federal.

Em um sinal de instabilidade crescente dentro do SPD, o jornal semanal alemão Bild am Sonntag reportou que o ex-líder do partido Martin Schulz quer substituir a liderança de Nahles.

Reportagem adicional de Markus Wacket, Andreas Rinke e Christoph Steitz

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below