December 20, 2018 / 12:56 PM / a year ago

Coreia do Norte diz que desnuclearização inclui "eliminar ameaça nuclear dos EUA"

SEUL (Reuters) - O comprometimento da Coreia do Norte com a “desnuclearização da península coreana” também inclui “eliminar completamente a ameaça nuclear dos EUA à Coreia”, disse a mídia estatal norte-coreana nesta quinta-feira.

Presidente dos EUA, Donald Trump, e líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un 12/06/2018 REUTERS/Jonathan Ernst

O presidente norte-americano, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, emitiram um comunicado conjunto depois de um encontro histórico em Cingapura, em junho, reafirmando o compromisso de Pyongyang de “trabalhar pela desnuclearização completa da península coreana” e com garantias de segurança dos Estados Unidos à Coreia do Norte.

Mas visões conflitantes ou vagas do que “desnuclearização” significa exatamente vêm complicando negociações que agora parecem travadas.

O comentário desta quinta-feira, divulgado pela agência de notícias estatal norte-coreana KCNA, é uma das explicações mais claras de como o regime vê a desnuclearização desde a cúpula de junho.

“Quando nos referimos à península coreana, o termo envolve a área da RPDC mais o território sul-coreano em que armas nucleares e outras formas de forças agressivas dos EUA estão instaladas”, disse o editorial usando a sigla do nome oficial do país, República Popular Democrática da Coreia.

“Quando também nos referimos à ‘desnuclearização da península coreana’, isso deveria ser entendido corretamente como a remoção de todos os fatores de ameaça nuclear não somente do norte e do sul, mas de todas as áreas vizinhas”.

A Coreia do Norte rejeita os pedidos norte-americanos para que se desnuclearize unilateralmente, e Washington deveria abandonar a “ilusão” de forçar Pyongyang a abdicar de suas armas nucleares “via pressão e opressão”, disse o artigo.

Os EUA disseram que não suspenderão suas sanções contra Pyongyang até verem mais progresso para a desnuclearização verificável da Coreia do Norte.

Washington também refutou qualquer insinuação de que reduziria sua presença militar na região como parte de um acordo com a Coreia do Norte, mas após a cúpula Trump surpreendeu ao anunciar que o Pentágono cancelaria a maior parte de seus exercícios militares de vulto com os sul-coreanos.

A definição exata de desnuclearização deve ser abordada novamente, já que Trump disse estar trabalhando para um novo encontro com Kim em algum momento do início do próximo ano.

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below