February 26, 2019 / 3:46 PM / 3 months ago

Trump chega ao Vietnã para reunião com norte-coreano Kim

HANÓI/A BORDO DO FORÇA AÉREA UM (Reuters) - O líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chegaram ao Vietnã nesta terça-feira para uma segunda cúpula entre ambos, na qual os dois tentarão chegar a um acordo sobre como concretizar uma promessa norte-coreana de abdicar de suas armas nucleares.

Presidente dos EUA, Donald Trump, e líder norte-coreano, Kim Jong Un, em Cingapura 12/06/2018 REUTERS/Jonathan Ernst

Trump pousou na capital vietnamita, Hanói, pouco antes das 21h locais.   

“Acabei de chegar no Vietnã”, escreveu o presidente dos EUA em sua conta no Twitter. “Obrigado a todos pela grande recepção em Hanói. Tremenda multidão e muito amor.”

Kim chegou ao país de trem, depois de uma viagem de três dias e 3 mil quilômetros da capital de seu país, Pyongyang, através da China. Ele completou a última parte da jornada de carro, vindo de um estação de fronteira para Hanói.

Eles se reunirão para uma conversa breve na noite de quarta-feira, seguida por um jantar no qual estarão acompanhados por dois convidados e intérpretes cada, disse a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, aos repórteres a bordo do Força Aérea Um.

Os dois líderes voltarão a se encontrar na quinta-feira, disse ela.

Suas conversas acontecerão oito meses após sua cúpula histórica em Cingapura, a primeira entre um presidente norte-americano no exercício do cargo e um líder norte-coreano.

Provavelmente haverá pressão dos dois lados para ir além do compromisso de palavreado vago que assumiram em Cingapura de trabalhar para a desnuclearização completa da península coreana.

Críticos domésticos alertaram Trump para não fechar um acordo que faria pouco para conter as ambições nucleares de Pyongyang, pedindo ações norte-coreanas específicas e verificáveis para abandonar as armas nucleares que ameaçam os EUA.

Em troca, Kim esperaria concessões significativas de Washington, como uma alívio de sanções e uma declaração de que a Guerra da Coreia de 1950-1953 está, enfim, formalmente encerrada.

Após pousar já no escuro, Trump acenou enquanto desembarcava do Força Aérea Um e foi recebido por veteranos vietnamitas e norte-americanos. A caravana de Trump passou por multidões que balançavam bandeiras do Vietnã, dos EUA e da Coreia do Norte a caminho do hotel JW Marriot, acomodação do presidente para a cúpula de dois dias.

Mais cedo, Kim foi recebido por autoridades do Vietnã, que estavam a postos na estação com uma recepção de tapete vermelho, que incluiu uma guarda de honra e o hasteamento de bandeiras norte-coreanas e vietnamitas.

A irmã de Kim, Kim Yo Jong, que emergiu como uma assessora importante, chegou com o líder.

Cerca de uma dúzia de guardas-costas correu brevemente ao longo do carro de Kim quando ele partiu para uma viagem de duas horas para Hanói.

Estradas foram interditadas por forças de segurança vietnamitas, que incluíram veículos blindados de transporte de pessoal que protegeram a rota para o hotel Meliá da capital, que abrigará Kim.

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, também chegou na terça-feira e encontrou o ministro das Relações Exteriores vietnamita, Pham Bihn Minh, para uma conversa.

Antes de partir, Trump disse aos repórteres que ele e Kim terão “uma cúpula muito tremenda”.

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below