February 25, 2019 / 3:03 PM / 3 months ago

Trump não cobrará desnuclearização da Coreia do Norte, mas acordo de paz é possível

HANÓI (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, realizam uma segunda cúpula nesta semana sem nenhuma expectativa real de eliminar as armas nucleares do regime norta-coreano, mas nesta segunda-feira aumentou a esperança de uma paz oficial na península depois de muito tempo.

Presidente dos EUA, Donald Trump 25/02/2019 REUTERS/Jim Young

Os dois líderes devem se reunir na capital do Vietnã, Hanói, na quarta e quinta-feiras, oito meses após sua cúpula histórica em Cingapura, que foi a primeira entre um presidente norte-americano no exercício do cargo e um líder norte-coreano.

Na ocasião eles prometeram trabalhar pela desnuclearização da Coreia do Norte, mas o acordo vago produziu poucos resultados. Senadores democratas dos EUA e autoridades de segurança alertaram Trump para não fechar um acordo que faria pouco para conter as ambições nucleares de Pyongyang.

Falando em Washington na véspera de sua partida para o Vietnã, Trump disse acreditar que se entendeu com Kim e que os dois desenvolveram “um relacionamento muito, muito bom”.

Mas ele pareceu minimizar qualquer esperança de um grande avanço, dizendo que ficará satisfeito se a Coreia do Norte mantiver a suspensão dos testes de armas.

“Não estou com pressa. Não quero apressar ninguém”, disse. “Só não quero testes. Contanto que não haja testes, estamos contentes.”

A Coreia do Norte realizou seu último teste nuclear, seu sexto, em setembro de 2017, e testou um míssil balístico intercontinental pela última vez em novembro do mesmo ano.

Antes da interrupção, o país realizou uma série de testes que diz ter tornado suas poderosas bombas e mísseis nucleares capazes de atingir o território continental norte-americano.

Há anos os EUA exigem a desnuclearização norte-coreana completa, verificável e irreversível antes de fazer qualquer concessão. Pyongyang repudiou a postura, que classificou como unilateral e “digna de gângsteres”.

Mas nos últimos dias Trump sinalizou um possível abrandamento, dizendo que adoraria poder suspender sanções se houver um progresso significativo rumo à desnuclearização.

Trump disse que ele e Kim esperam avançar na reunião e voltou a prometer que a desnuclearização ajudaria a Coreia do Norte a desenvolver sua economia.

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below