February 26, 2019 / 11:26 PM / 5 months ago

Trump e Kim se reunirão para jantar em hotel colonial de Hanói

HANÓI (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong Un, darão início a sua segunda cúpula em menos de um ano quando se encontrarem na capital do Vietnã na quarta-feira, com o lado norte-americano buscando passos tangíveis da Coreia do Norte para desmantelar seu programa de armas nucleares.

Presidente dos EUA, Donald Trump, chega ao Vietnã para cúpula com líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un 26/02/2019 REUTERS/Leah Millis

A Casa Branca disse que Trump se encontrará com Kim no Hotel Metrópole, da era colonial francesa, às 18h30 locais, com quem terá uma conversa individual de cerca de 20 minutos, antes de um jantar com duração prevista de pouco mais de uma hora e meia.

Trump chegou a Hanói no Air Force One nesta terça-feira.

“Acabei de chegar ao Vietnã”, escreveu em publicação no Twitter. “Obrigado a todas as pessoas pela ótima recepção em Hanói. Multidões tremendas, e muito amor.”

Kim chegou de trem à capital mais cedo nesta terça-feira após uma viagem de três dias e 3 mil km de Pyongyang, passando pela China. Ele completou a última etapa do trajeto de uma estação fronteiriça até Hanói de carro.

Os dois líderes, que parecem ter desenvolvido um relacionamento surpreendentemente caloroso durante sua primeira cúpula em Cingapura no último mês de junho, serão acompanhados no jantar por dois assessores e intérpretes, disse a Casa Branca.

Eles se encontrarão novamente na quinta-feira.

As conversas acontecem oito meses após a histórica cúpula de Cingapura, a primeira entre um presidente dos EUA em exercício e um líder norte-coreano.

Enquanto a primeira reunião se centrou mais em quebrar o gelo após décadas de hostilidade entre os dois países, desta vez haverá pressão para ir além de um comprometimento vagamente formulado por Kim para trabalhar pela completa desnuclearização da península coreana.

Críticos de Trump nos Estados Unidos têm advertido o presidente contra firmar um acordo que pode fazer pouco para frear as ambições nucleares da Coreia do Norte, pedindo ações específicas e verificáveis por parte de Pyongyang para abandonar as armas nucleares que ameaçam os EUA.

Em troca, Kim poderia esperar significativas concessões dos EUA como a atenuação de sanções punitivas e a declaração de que a Guerra da Coreia de 1950-53 está finalmente encerrada oficialmente.

Trump, pousando após o anoitecer, acenou enquanto desembarcava do Air Force One e foi recebido por graduadas autoridades dos EUA e do Vietnã.

Seu comboio passou por multidões tremulando bandeiras do Vietnã, dos Estados Unidos e da Coreia do Norte, a caminho do hotel JW Marriott, onde ficará para a cúpula de dois dias.

Mais cedo, autoridades vietnamitas receberam Kim na estação da cidade de Dong Dang, depois que ele cruzou a fronteira do país com a China de trem.

Ele foi recebido pela guarda de honra, pela banda militar e com bandeiras da Coreia do Norte e do Vietnã.

Kim estava acompanhado por sua irmã, Kim Yo Jong, uma importante assessora.

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below