May 5, 2019 / 7:53 PM / 16 days ago

Trump diz que procurador especial Mueller não deve depor sobre inquérito da Rússia

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse neste domingo que o procurador especial Robert Mueller não deve depor no Congresso sobre a investigação a respeito da interferência da Rússia na eleição presidencial norte-americana de 2016.

Trump disse no Twitter que os democratas no Congresso buscam “refazer” o relatório de Mueller, que não apontou que os esforços do presidente para impedir a investigação constituíram obstrução da justiça.

“Bob Mueller não deve testemunhar”, escreveu Trump.

O relatório de Mueller narrou esforços russos para ajudar Trump a vencer as eleições em 2016, mas afirmou que Trump e sua campanha não se envolveram em uma conspiração criminosa com Moscou.

O presidente, que é republicano, ridicularizou a investigação como uma “caça às bruxas” e procurou caracterizar as descobertas do relatório como uma vitória.

O Comitê Judiciário da Câmara, liderado por democratas, parece estar próximo de conseguir que Mueller testemunhe, possivelmente em 15 de maio.

O procurador-geral William Barr, criticado pelos democratas pela forma como lidou com a divulgação do relatório, disse que não vê problema em Mueller prestar depoimento.

Barr está a caminho de outro confronto com o Congresso, na segunda-feira, se não cumprir o prazo para entregar o relatório completo de Mueller solicitado pelos democratas.

Reportagem de Timothy Gardner

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below