December 25, 2018 / 7:18 PM / 3 months ago

Ainda acredita no Papai Noel com essa idade? Trump provoca rebuliço nas redes sociais

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, iniciou uma tempestade nas redes sociais ao perguntar se uma criança de 7 anos já era velha demais para acreditar em Papai Noel, em mais uma polêmica para marcar uma semana de ações em queda livre, um bloqueio no governo e a saída nada cerimoniosa do secretário de Defesa do governo.

O Twitter se acendeu como uma árvore de Natal após Trump fazer seu comentário durante um evento natalino com a primeira-dama, Melania Trump, atendendo ligações de crianças que ligavam para o “rastreador do Papai Noel” do Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte.

Uma tradição natalina, o rastreador anima crianças com atualizações “em tempo real” sobre a jornada do bom velhinho na noite de Natal.

Em uma das ligações na véspera de Natal, Trump conversou com uma criança de sete anos de idade.

“Você ainda acredita no Papai Noel?”, perguntou Trump à criança. “Porque 7 anos é a idade limite, certo?”

Em um segundo, o Twitter foi bombardeado com mensagens atacando o presidente pelo que pareceu para alguns como se ele estivesse levantando dúvidas sobre uma estimada fantasia da infância.

“É fantástico pra caramba que Trump tenha passado a véspera de Natal no telefone com crianças de sete anos e dizendo a elas que acreditar no Papai Noel é “o limite”, disse o senador democrata Chris Murphy em sua conta no Twitter.

“Na verdade, não existe Paraíso”, escreveu Dan Amira, redator chefe do programa humorístico “The Daily Show com Trevor Noah”. “Quando você morre, você apenas apodrece no chão enquanto é comido por vermes. Ok, Feliz Natal, Timmy”.

Outros defenderam Trump.

“Trump faz muita coisa errada, mas sugerir a uma criança de 7 anos que o Papai Noel não existe é provavelmente a única coisa certa que ele fez no governo”, disse um homem identificado no Twitter pelo nome Irtiza Sheikh. “Alguém tem que fazer isso.”

A Casa Branca não apresentou um comentário imediato sobre a resposta ao episódio nas redes sociais.

Em 2017, Trump passou as festas de final de ano em sua mansão na Flórida, Mar-a-Lago, com sua família, mas em seu segundo Natal como presidente, Trump optou pelo cancelamento de seu retiro de final de ano por conta do congelamento do governo federal.

O bloqueio começou na semana passada quando importantes parlamentares fracassaram em tentativas de encerrar um impasse sobre as verbas para o financiamento de seu muro ao longo da fronteira com o México.

Em Washington na manhã de Natal em 2018, Trump demonstrou pouca alegria natalina ao falar com jornalistas após uma vídeoconferência de 20 minutos com tropas norte-americanas que estão servindo no exterior.

Ele atacou o Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, pelos aumentos nas taxas de juros, criticou os democratas que se recusam a financiar seu muro na fronteira e ainda criticou as investigações sobre os laços de sua campanha com a Rússia, entre outros alvos costumeiros.

O presidente então encerrou com um certo tipo de desejo de boas festas.

“É uma desgraça, o que está acontecendo no nosso país”, disse. “Mas, fora isso, eu desejo a todos um Natal muito feliz”.

Reportagem de Makini Brice e Yeganeh Torbati em Washington e Peter Szekely em Nova York

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below