January 7, 2019 / 1:25 PM / 5 months ago

Gabão prende 4 militares por tentativa de golpe de Estado

Imagem de vídeo durante transmissão realizada de dentro de estação de rádio em Libreville 07/01/2019 Divulgação via Reuters TV

LIBREVILLE (Reuters) - Militares do Gabão conduziram uma aparente tentativa de golpe de Estado na manhã desta segunda-feira, tomando controle da estação de rádio estatal e declarando insatisfação com o presidente Ali Bongo, mas oficiais envolvidos na ação foram presos dentro de horas, afirmou o governo.

O porta-voz do governo, Guy-Bertrand Mapangou, disse à Reuters que quatro dos cinco militares que tomaram controle da rádio na capital Libreville foram presos. O quinto oficial conseguiu fugir e estava sendo perseguido, acrescentou.

Entretanto, uma fonte militar, falando sob condição de anonimato, afirmou que os organizadores da tentativa de golpe ainda não foram presos.

Do lado de fora da estação de rádio, soldados leais ao governo usaram gás lacrimogêneo para dispersar as cerca de 300 pessoas que foram às ruas apoiar a tentativa de golpe, segundo testemunha da Reuters. Helicópteros sobrevoaram a área, embora a maior parte de Libreville estivesse calma.

Em mensagem na rádio às 4h30 da manhã (horário local), o tenente Kelly Ondo Obiang, que se descreveu como oficial da Guarda Republicana, disse que o discurso de Ano Novo de Bongo feito no Marrocos, onde o governante está se recuperando de um derrame, “reforçou dúvidas sobre a capacidade do presidente de continuar a conduzir as responsabilidades de seu gabinete”.

A fala de Bongo foi arrastada e ele parecia incapaz de mover o braço direito. Não ficou claro se ele é capaz de andar.

O presidente, de 59 anos, foi hospitalizado em outubro na Arábia Saudita após sofrer um derrame. Ele está no Marrocos desde novembro para continuar tratamento médico.

A família Bongo tem governado o país produtor de petróleo por quase meio século. Ali Bongo é presidente desde que substituiu seu pai, Omar, que morreu em 2009. Sua reeleição, em 2016, foi marcada por acusações de fraude e violentos protestos.

Reportagem adicional de David Lewis, Maggie Fick e Ange Aboa

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below