March 4, 2020 / 3:48 PM / in 25 days

Mortes por fortes chuvas no litoral de SP chegam a 24; desaparecidos somam 25

(Reuters) - O número de mortos em decorrências das fortes chuvas que atingiram a região da Baixada Santista na madrugada de terça-feira subiu para 24, enquanto 25 pessoas permanecem desaparecidas devido a deslizamentos de terra, informou o governo do Estado de São Paulo nesta quarta-feira.

Bombeiros trabalham na busca de desaparecidos por deslizamentos de terra no Guarujá 03/03/2020 REUTERS/Amanda Perobelli

As vítimas foram registradas nos municípios de Guarujá, Santos e São Vicente, que foram fortemente impactados pelas chuvas. Segundo o governo paulista, mais de 210 homens trabalham nas buscas pelos desaparecidos nas três cidades.

“Os trabalhos envolvem resgate, salvamentos e identificação das vítimas”, disse o governo em nota.

No Guarujá foram registrados 19 óbitos e há 19 desaparecidos, em Santos são 3 óbitos e 5 desaparecidos e em São Vicente o registro é de 2 óbitos e 1 desaparecido, segundo a Defesa Civil Estadual e o Corpo de Bombeiros.

Os desabrigados na região somam 406, sendo 151 no Guarujá, 150 em Santos e 3 em São Vicente, além de outros 102 em Peruíbe.

De acordo com o Núcleo de Gerenciamento de Emergência da Defesa Civil, a chuva acumulada em um período de 12 horas no início da terça-feira no Guarujá foi de 282 mm, enquanto em Santos foi de 218 mm e em São Vicente de 169 mm. A média histórica para a Baixada Santista durante todo o mês de março é de 257,3 mm.

“Continua na Baixada o alerta de risco para novos deslizamentos em virtude dos altos (índices pluviométricos) acumulados (72h) e do solo continuar encharcado”, afirmou a Defesa Civil paulista em nota.

O órgão destacou que o governador João Doria homologou sumariamente os decretos municipais de estado de calamidade pública no Guarujá e de situação de emergência em Santos e São Vicente, que foram encaminhados para reconhecimento federal.

Em uma rede social, Doria afirmou que “uma série de medidas já foram adotadas para amparar as famílias desabrigadas”, citando envio de ajuda humanitária e oferta de aluguel social.

“Seguimos mobilizados e acompanhando as buscas por desaparecidos e as ações de prevenção a novos deslizamentos”, disse ele.

Além de São Paulo, temporais também atingiram o Estado do Rio de Janeiro nos últimos dias, deixando um rastro de destruição e provocando ao menos cinco mortes.

Em publicação no Twitter na tarde desta quarta-feira, o presidente Jair Bolsonaro mencionou as chuvas nos dois Estados e citou também as fortes precipitações recentes vistas em Minas Gerais e Espírito Santo, dizendo que o governo federal “age dentro do possível”.

Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro, com reportagem adicional de Gabriel Araujo, em São Paulo

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below