October 20, 2019 / 4:49 PM / a month ago

Polícia e manifestantes trocam bombas de gás e molotov em Hong Kong

HONG KONG (Reuters) - A polícia anti-protesto de Hong Kong e manifestantes trocaram bombas de gás lacrimogêneo e coquetéis molotov neste domingo, à medida que um ato ilegal anti-governo que atraiu dezenas de milhares se transformou em caos, com centenas de lojas vandalizadas e bancos chineses e estações de metrô como alvo.

Após duas semanas de relativa calma, o grande ato mostrou que a campanha pró-democracia não perdeu apoio e que manifestantes linha-dura continuarão a entrar em conflito com a polícia.

Hong Kong vem sendo palco de protestos frequentemente massivos e violentos em meio a preocupações de que Pequim está aumentando o controle sobre a cidade, na pior crise política desde que os britânicos devolveram a cidade à China em 1997.

Manifestantes atiraram coquetéis molotov contra a estação policial Tsim Sha Tsui na península de Kowloon após policiais dentro da estação atirarem gás lacrimogêneo para dispersar manifestantes na rua.

Alguns ergueram barricadas na Nathan Road, uma importante via no distrito Kowloon, enquanto a polícia anti-protesto, usando escudos, marchava em direção a eles, enquanto outros disparavam gás lacrimogêneo.

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below