February 26, 2020 / 4:30 PM / a month ago

Coronavírus afeta negócios em Milão; saldo de mortes na Itália chega a 12

MILÃO (Reuters) - Milão, o polo financeiro da Itália, testemunhou nesta quarta-feira um agravamento do surto de coronavírus, já que eventos empresariais como a feira anual de design Salone del Mobile foram adiados ou cancelados e o saldo de mortes nacional chegou a 12.

Bar vazio perto da Praça do Duomo, em Milão 26/02/2020 REUTERS/Yara Nardi

Cafés e restaurantes da cidade de 1,3 milhão de habitantes estavam meio vazios, muito menos pessoas do que o normal utilizavam o transporte público e hotéis relatavam uma onda de cancelamentos. Outras cidades grandes e pequenas do norte do país, como Veneza, viram tendências semelhantes.

“Estamos nos perguntando se fechamos até a situação voltar ao normal. Há ainda menos gente hoje do que ontem”, disse o gerente de um restaurante do centro de Milão, que normalmente fica cheio de banqueiros e funcionários de escritórios na hora do almoço. “Não aguentamos mais uma semana como esta.”

Mais uma morte e 52 casos novos do vírus foram relatados, todos no norte da Itália, e países de toda a Europa comunicaram mais infecções ligadas ao surto italiano.

Em visita a Roma, a chefe de saúde da União Europeia, Stella Kyriakides, pediu que se evite o pânico enquanto o governo italiano prepara medidas para tentar fortalecer a economia, que parece destinada a entrar em recessão por causa do contágio.

Mostrando as preocupações existentes, o Salone del Mobile, um dos destaques do calendário de negócios da cidade, foi adiado de abril para junho.

O chefe da agência nacional de Proteção Civil, Angelo Borrelli, disse aos repórteres que o saldo de mortes subiu dos 11 do dia anterior para 12, já que um homem de 69 anos morreu na Emilia Romagna, uma região do norte.

Como ocorreu com todas as outras pessoas falecidas até o momento, o homem tinha problemas de saúde subjacentes que o deixaram particularmente vulnerável à doença.

Ao todo, 258 casos foram registrados no epicentro da Lombardia desde sexta-feira, incluindo uma menina de quatro anos e cinco outras crianças —as primeiras infecções do tipo no país.

Na vizinha Vêneto, o número de diagnósticos confirmados do vírus semelhante à gripe é de 71, e instâncias da doença vieram à tona em oito outras regiões, elevando o número total de casos para 370.

Italianos ou pessoas que visitaram o norte do país recentemente foram diagnosticados na Grécia, Espanha, Áustria, Suíça, Croácia, França e Brasil desde o final de semana, o que mostra a grande velocidade com que a doença identificada inicialmente na China no mês passado consegue se disseminar.

As autoridades fecharam escolas, universidades, museus, cinemas e teatros na maior parte do norte da Itália, e muitos países aconselharam seus cidadãos a não visitarem a área.

Por Elvira Pollina, Riccardo Bastianello e John Chalmers

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below