April 6, 2019 / 1:53 PM / 14 days ago

G7 não pode aceitar escalada militarista na Líbia, diz Alemanha

DINARD, França (Reuters) - Os ministros de Relações Exteriores do G7 concordaram neste sábado em aplicar pressão sobre os responsáveis por uma violenta disputa de poder na Líbia, especialmente contra o comandante militar califa Haftar, como forma de se evitar uma escalada militarista, afirmou o ministro alemão, Heiko Maas.

“Concordamos que precisamos usar todas as opções a nosso dispor para exercer pressão sobre os responsáveis na Líbia, especialmente o general Haftar, para que possamos evitar qualquer escalada militar”, disse Maas a jornalistas.

Cada país do G7 vai usar seus próprios canais, disse Maas, para exercer a pressão. Ele acrescentou que Itália e França têm contatos diretos com a Líbia. “A situação é muito preocupante e não podemos aceitar uma nova escalada militarista”, disse Maas após a reunião.

Por Richard Lough

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below