November 22, 2019 / 10:44 AM / 15 days ago

Presidente da China diz que quer trabalhar em acordo comercial inicial com os EUA

Encontro entre os presidentes dos EUA e da China, Donald Trump e Xi Jinping, durante cúpula do G20 em Osaka, no Japão 29/06/2019 REUTERS/Kevin Lamarque

PEQUIM (Reuters) - A China quer desenvolver um pacto comercial inicial com os Estados Unidos e vem tentando evitar uma guerra comercial, afirmou o presidente Xi Jinping nesta sexta-feira, mas não tem medo de retaliar quando necessário.

Economistas alertam que uma disputa prolongada entre as duas maiores economias do mundo está elevando os riscos para a economia global ao prejudicar as cadeias de oferta, reduzir o investimento e conter a confiança empresarial.

“Queremos trabalhar pela ‘fase um’ do acordo com base em respeito mútuo e igualdade”, disse Xi a representantes de um fórum internacional.

“Quando necessário vamos responder, mas temos trabalhado ativamente para tentar não ter uma guerra comercial. Não iniciamos essa guerra comercial e isso não é algo que queremos.”

Os mercados financeiros globais recuaram esta semana com novos temores de que as discussões comerciais poderiam falhar, com o presidente dos EUA, Donald Trump, em vias de assinar dois projetos de lei que defendem manifestantes em Hong Kong.

A finalização da fase um do acordo comercial pode ficar para o próximo ano, disseram à Reuters especialistas comerciais e pessoas próximas à Casa Branca, com Pequim pedindo mais recuos nas tarifas e com Washington respondendo com outras demandas.

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below