March 18, 2019 / 2:43 PM / a month ago

Guedes diz que Brasil precisa manter comércio com China, mas ampliar com EUA

O ministro da Economia brasileiro, Paulo Guedes, durante evento no Rio de Janeiro 15/03/2019 REUTERS/Ricardo Moraes

WASHINGTON (Reuters) - O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu nesta segunda-feira que o Brasil deve manter o comércio com a China e precisa aumentar o comércio com os Estados Unidos, em contraposição à parte do governo do presidente Jair Bolsonaro, que sugere uma diminuição da dependência do país com os chineses.

“O Brasil tem que comercializar com todo mundo. Vamos seguir o jogo com a China. O que temos de fazer é aumentar o comércio com os Estados Unidos”, defendeu Guedes em conversa com jornalistas em Washington, onde acompanha Bolsonaro e outros ministros.

“Nós tivemos uma atitude de desinteresse por um parceiro extraordinário que está aqui do nosso lado e isso se agudizou no período de governo do PT”, acrescentou.

Guedes disse ainda que a essência do comércio é o “ganha-ganha” e que a intenção de aumentar o comércio com os norte-americanos não é o mesmo que se contrapor à China.

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below