March 9, 2020 / 12:46 PM / 20 days ago

Vale diz que talude de mina Gongo Soco segue deslizando; avalia possíveis impactos

Impacto do rompimento da barragem da Vale de Brumadinho. 10/02/2019 REUTERS/Washington Alves

SÃO PAULO (Reuters) - A mineradora Vale informou nesta segunda-feira que o talude norte da cava de sua mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais (MG), “continua deslizando para dentro da estrutura”, em situação que tem sido monitorada pela companhia e comunicada às autoridades.

“A Vale continua avaliando a possibilidade e a extensão dos impactos em caso de novos desprendimentos, bem como impactos de eventual vibração sobre a barragem Sul Superior, distante aproximadamente 1,5 km da área do talude”, disse a companhia em comunicado.

A empresa acrescentou que a cava e a barragem “são monitoradas 24h por dia de forma remota” e por sobrevoos de drones, além de um Centro de Monitoramento Geotécnico.

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below