March 24, 2019 / 3:31 PM / 6 months ago

Navio de cruzeiro chega a porto na Noruega após escapar por pouco de desastre

OSLO (Reuters) - Um cruzeiro de luxo que zarpou com quase 1.400 pessoas a bordo entre tripulação e passageiros chegou a um porto na Noruega neste domingo depois de escaparem por pouco de um desastre quando os motores da embarcação falharam durante uma tempestade

O Viking Sky, com 1.373 passageiros e tripulantes a bordo, enviou um sinal de socorro no sábado, quando ficou à deriva no Mar da Noruega. 

Equipes de resgate retiraram 479 pessoas, uma a uma içadas para helicópteros, antes de o clima melhorar e o navio começar a ser rebocado. Muitos dos resgatados eram idosos.

Cerca de 900 pessoas ainda estavam a bordo quando o navio chegou ao porto de Molde, na costa oeste da Noruega.

“Foi muito perto de um desastre. O navio esteve a 100 metros de encalhar antes de poder reiniciar um dos motores”, disse o chefe de polícia Hans Vik, que chefia o Centro Conjunto de Coordenação de Resgate do sul da Noruega, à TV2. “Se eles tivessem encalhado, teríamos dito um gigantesco desastre.”

Construído em 2017, o Viking Sky tem 227 metros de comprimento e 29 metros de largura, segundo o site da Viking Ocean Cruises.

O fundador e presidente da Viking Cruises, o bilionário norueguês Torstein Hagen, se reuniu com alguns dos passageiros resgatados.

“Eles tiveram uma experiência chocante”, disse Hagen à TV2 norueguesa e outros meios de comunicação após a reunião com passageiros resgatados do convés do navio em meio a tempestades.

“A maioria dos nossos passageiros é de idosos... imagine como é ficar pendurado naquele fio. Deve ser uma terrível experiência, mas eles parecem ter lidado com isso muito bem”, disse Hagen.

Os 915 passageiros eram principalmente dos Estados Unidos e Grã-Bretanha, disseram os serviços de resgate. Havia também canadenses e australianos a bordo, entre outras nacionalidades, segundo a empresa.

Cerca de 20 passageiros feridos foram levados para o hospital, disse a Viking Cruises, enquanto outros tiveram apenas ferimentos leves.

Um deles foi levado para o Hospital St. Olav em Trondheim e outros foram levados para hospitais locais.

“Muitos também estão traumatizados pela experiência e necessitam cuidados quando chegarem em terra”, disse a Cruz Vermelha Norueguesa.

O navio conseguiu reiniciar três de seus quatro motores no domingo de manhã, mas ainda precisou de ajuda.

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below