March 30, 2019 / 3:02 PM / 24 days ago

Palestinos se reúnem na fronteira de Gaza para marcar aniversário de protesto

GAZA (Reuters) - Milhares de palestinos protestavam na fronteira entre Gaza e Israel neste sábado para marcar o primeiro aniversário de uma nova onda de protestos, enfrentando forças israelenses aglomeradas na fronteira.

A “Grande Marcha do Retorno” foi marcada por violência muitas vezes mortal e autoridades médicas de Gaza disseram que dois palestinos foram mortos neste sábado.

Uma pessoa morreu perto da fronteira antes do amanhecer, horas antes do principal protesto pela tarde, enquanto um rapaz de 17 anos foi morto por tiros israelenses em um local de protesto na cidade de Gaza.

Manifestantes palestinos jogaram pedras, granadas e pneus em chamas contra os soldados pela cerca na fronteira, disse o Exército israelense.

Organizadores instalaram alto-falantes nos locais de protesto pela fronteira, gritando músicas palestinas nacionalistas no volume máximo.

Os manifestantes pedem a suspensão de um bloqueio de segurança imposto por Israel e Egito, e que os palestinos tenham o direito de voltar à terra da qual suas famílias fugiram ou foram forçadas a fugir durante a fundação de Israel em 1948.

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below