June 7, 2020 / 6:42 PM / in a month

Papa pede para pessoas não comemorarem vitória sobre coronavírus muito cedo

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Francisco fez um alerta neste domingo para que as pessoas não baixem a guarda contra o coronavírus agora que os níveis de infecção se reduziram e pediu para cumprirem as medidas de distanciamento social e para usarem máscaras.

O pontífice também fez uma possível referência ao Brasil ao afirmar a centenas de pessoas que visitavam a praça São Pedro, no Vaticano, que soube na sexta-feira que em um país uma pessoa tem morrido de coronavírus por minuto. “Terrível”, disse o papa, sem identificar o país.

Na sexta-feira, o jornal Folha de S.Paulo publicou na capa que a epidemia tem matado um brasileiro por minuto, apenas 100 dias depois que o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a doença não passava de uma “gripezinha”. Segundo dados do Ministério da Saúde, a Covid-19 já matou quase 36 mil pessoas no Brasil.

“Tenham cuidado. Não cantem vitória tão cedo”, alertou o papa.

Quase 34 mil pessoas morreram na Itália de coronavírus, o quarto país em número de mortos pela Covid-19, atrás de Estados Unidos, Reino Unido e Brasil.

O número de mortes diárias caiu de quase 1.000 alguns meses atrás para 72 no sábado. A Itália entrou na última fase de flexibilização de restrições em 3 de junho, quando as pessoas receberão permissão para viajarem entre diferentes regiões do país.

Por Philip Pullella

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below