July 15, 2020 / 9:36 PM / in a month

Bolsonaro diz que novo teste deu positivo para Covid-19 e fará outro nos próximos dias

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira que um novo teste para Covid-19 deu positivo e que nos próximos dias realizará outro exame.

Bolsonaro no Palácio da Alvorada 13/7/2020 REUTERS/Ueslei Marcelino

“Ontem de manhã fiz o exame, à noite deu o resultado que ainda estou positivo para o coronavírus”, disse Bolsonaro, na área externa do Palácio da Alvorada, em uma transmissão ao vivo, enquanto acompanhava cerimônia de arriamento da bandeira.

“Então, espero que nos próximos dias, faço um novo exame, e se Deus quiser e der tudo certo, para a gente voltar logo à atividade”, acrescentou.

O presidente disse estar se sentindo bem e creditou seu estado físico à utilização precoce da hidroxicloroquina, ainda que tenha, em seguida, negado estar recomendando qualquer medicação.

“Eu não recomendo nada, eu recomendo que você procure o seu médico e converse com ele”, disse.

“O meu, no caso, médico militar, foi recomendada a hidroxicloroquina e funcionou”, defendeu o chefe do Executivo.

Bolsonaro relatou que não sentiu sintomas fortes, apenas febre no início da doença, “um pouco de cansaço” e “algumas dores musculares”.

“Então, coincidência ou não, sabemos que não tem nenhuma comprovação científica, mas deu certo comigo. No mais, não existe ainda nenhum medicamento no mundo que tenha a comprovação científica constatada”, disse, acrescentando que trata-se de uma “situação de observação”.

“Deu certo comigo, deu certo com muita gente.”

Para o presidente, a história dirá “quem estava certo” e sobre quem recairá a responsabilidade na discussão sobre o remédio, que ganhou carga ideológica.

“O futuro vai dizer se esse remédio foi eficaz ou não. Para mim, foi. Credito a ele”, garantiu.

A notícia sobre o resultado positivo do novo teste havia sido divulgada mais cedo pela CNN Brasil e foi posteriormente confirmada pela Secretaria Especial de Comunicação Social.

Bolsonaro anunciou em 7 de julho que tinha contraído a doença respiratória causada pelo novo coronavírus.

Na segunda-feira, disse que estava se sentindo bem, que deveria realizar novo exame no dia seguinte e iria retomar suas atividades normais se o resultado mostrasse que ele não tinha mais o vírus.

Desde o anúncio da doença, o presidente está isolado no Palácio da Alvorada, realizando audiências por videoconferência.

Reportagem de Leonardo Benassatto e Maria Carolina Marcello

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below