June 13, 2019 / 11:04 PM / 4 days ago

Quem perde com suspensão de decreto das armas é o povo, diz Bolsonaro

11/06/2019 REUTERS/Adriano Machado

(Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira que quem sairá perdendo se o Congresso suspender o decreto editado por ele que flexibilizou as regras para porte de arma será a população, um dia depois de a Comissão de Constituição e Justiça do Senado votar para derrubar o decreto.

“No dia de hoje, a mídia escrita disse assim: ‘no dia de ontem, o presidente Jair Bolsonaro sofreu uma tripla derrota’ na questão das armas. Agora, quem sai perdendo não sou eu não. Eu tenho porte de arma, porque eu sou capitão do Exército. Quem está perdendo é o povo que quer arma”, disse o presidente em sua transmissão semanal ao vivo nas redes sociais.

A decisão da CCJ pela derrubada do decreto terá agora de ser analisada pelo plenário do Senado e posteriormente pela Câmara dos Deputados.

A flexibilização do porte de armas foi uma das principais promessas de Bolsonaro durante a campanha eleitoral do ano passado e o decreto neste sentido foi aplaudido por parlamentares da chamada bancada da bala, que argumentam que a medida dará a chance dos cidadãos se defenderem de criminosos.

Por outro lado, o decreto foi alvo de críticas daqueles que entenderam que o texto invadiu competências do Congresso Nacional e de especialistas em segurança pública, que afirmam que um número maior de armas em circulação pode aumentar a violência.

Por Eduardo Simões, em São Paulo

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below