October 31, 2019 / 7:36 PM / 12 days ago

Eduardo Bolsonaro diz que esquerda quer trazer para Brasil instabilidade vivida no Chile

Deputado federal Eduardo Bolsonaro 09/08/2019 REUTERS/Adriano Machado

BRASÍLIA (Reuters) - O líder do PSL na Câmara, Eduardo Bolsonaro (SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, afirmou nesta quinta-feira em seu perfil no Twitter que a esquerda provocou “pânico” e “terror” no Brasil nas décadas de 1960 e 1970, e que agora tem a intenção de trazer de volta para o país essa estratégia, que estaria sendo adotada atualmente no Chile.

“O que foi o AI-5? Dilma, Lula, Franklin Martins, Marighella, Lamarca e outros trouxeram pânico e terror ao Brasil no final dos anos 1960 e início dos 70. Hoje a estratégia se repete no Chile e a esquerda brasileira está louca para trazer isso para o Brasil”, disse o deputado em um tuíte acompanhado de vídeo com imagens dos protestos no Chile.

Mais cedo, em entrevista à jornalista Leda Nagle divulgada no Youtube nesta quinta-feira, Eduardo disse que o governo de seu pai poderia lançar mão de um instrumento como o AI-5 caso a esquerda radicalize em sua atuação no país, e destacou que seria “ingenuidade” não relacionar protestos populares que têm ocorrido recentemente em países vizinhos da América do Sul com o clima de confronto que ocorre no Brasil.

Por Maria Carolina Marcello

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below