February 27, 2019 / 6:58 PM / 24 days ago

Equipe econômica não abre mão de economia de R$1 tri, diz líder do governo no Congresso

Ministro da Economia, Paulo Guedes 13/02/2019 REUTERS/Ueslei Marcelino

BRASÍLIA (Reuters) - O governo já admitiu negociar pontos da reforma da Previdência com o Congresso, mas a equipe econômica não abre mão de uma economia da casa do trilhão de reais nos próximos 10 anos, disse nesta quarta-feira a líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) depois de um almoço que reuniu os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e o ministro da Economia, Paulo Guedes.

“O ponto inegociável é o tamanho da economia, na casa do trilhão. Não podemos desvirtuar a reforma a ponto que economia seja menor que a prevista”, disse a líder.

Este foi um primeiro encontro para que o governo comece a discutir os pedidos apresentados pelos líderes ao presidente Jair Bolsonaro para começar a tramitar a reforma.

Na noite de terça, em reunião no Alvorada, os líderes deixaram claro que as mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BPC) e nas aposentarias rurais precisarão ser negociadas.

Segundo Joice, a ideia de retirar o BPC da reforma é “muito forte”, mas que ainda vai se conversar sobre o tema.

Reportagem de Lisandra Paraguassu

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below