March 27, 2019 / 11:06 AM / 3 months ago

Com três meses de governo, Planalto planeja mudanças na comunicação

Presidente Jair Bolsonaro concede entrevista no Palácio do Planalto 12/03/2019 REUTERS/Ueslei Marcelino

BRASÍLIA (Reuters) - O Palácio do Planalto deve trocar a comunicação da Presidência da República, em meio a críticas de que o governo não está conseguindo lidar bem com a divulgação de questões importantes, em especial a reforma da Previdência.

O atual chefe da Secretaria de Comunicação, Floriano Amorim, ligado aos filhos do presidente Jair Bolsonaro, deve ter sua saída anunciada até quinta-feira. Já o secretário de Imprensa, Alexandre Lara, já anunciou sua saída para assumir um cargo na Empresa Brasileira de Comunicação (EBC).

A saída de Lara já estava decidida mesmo antes da troca de Floriano, com quem o secretário de Imprensa tinha dificuldades de relacionamento.

O nome mais cotado para a função de Floriano é a do empresário Fábio Wajngarten. Também se cogitou unir a Secom nas mãos do atual porta-voz, general Otávio Rêgo Barros. Segundo a fonte que confirmou a mudança, “já existe um nome que está sendo avaliado”.

Reportagem de Lisandra Paraguassu; Edição de Pedro Fonseca

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below