April 9, 2019 / 12:24 PM / 3 months ago

Prazo de adiamento do Brexit depende de argumento britânico, diz UE

Michael Barnier, negociador da UE para o Brexit, durante reunião em Bruxelas 23/1/2019 REUTERS/Francois Lenoir

LUXEMBURGO (Reuters) - A União Europeia espera que as conversas entre os partidos britânicos em Londres criem uma maioria parlamentar a favor do acordo de separação que tramita na Câmara dos Comuns, e está disposta a conceder-lhes mais tempo para atingir esse objetivo, disse o negociador-chefe da UE para o Brexit, Michel Barnier.

Na véspera de uma cúpula de líderes nacionais do bloco, convocada para que estes decidam se concederão outro adiamento do Brexit ao Reino Unido, Barnier enfatizou que a duração de uma segunda prorrogação após o prazo atual de 12 de abril dependerá do argumento apresentado pela primeira-ministra britânica, Theresa May.

“A duração de uma prorrogação tem que estar alinhada ao propósito de qualquer prorrogação deste tipo”, disse Barnier em uma coletiva de imprensa nesta terça-feira.

“Qualquer prorrogação deveria atender a um propósito. A duração deveria ser proporcional ao objetivo. Nosso objetivo é uma saía ordeira. ‘Sem acordo’ nunca será a decisão da UE. Para evitar o ‘sem acordo’, o Reino Unido precisa concordar com um acordo”.

Barnier falou depois de inteirar ministros do bloco sobre o Brexit. Embora a UE já tenha rejeitado uma exigência de May de um adiamento até 30 de junho, não está disposta a aceitar uma ruptura abrupta e danosa na sexta-feira.

Os ministros debateram as condições do bloco para qualquer adiamento longo, entre elas o Reino Unido participar das eleições do Parlamento Europeu em maio e se comprometer com uma “cooperação sincera”, ou a não minar as reformas e instituições importantes da UE caso continue filiado por mais tempo.

“O acordo de retirada não está aberto à renegociação”, disse Barnier, acrescentando que a UE estaria disposta a atualizar o esboço de declaração sobre os laços bilaterais futuras que o acompanha caso as conversas de May com o Partido Trabalhista, de oposição, caminhem para uma união alfandegária.

“Nossas expectativas e nossa esperança são que este diálogo seja concluído com um resultado positivo, o que finalmente nos permitirá ter uma maioria positiva em relação a este acordo de retirada”, disse Barnier.

Enviados da UE farão uma última reunião preparatória antes da cúpula de líderes de quarta-feira às 18h desta terça-feira em Bruxelas.

Reportagem adicional de Clare Roth e Jan Strupczewski, em Bruxelas

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below