July 17, 2020 / 12:58 PM / 21 days ago

Barcelona solicita que população fique em casa para conter coronavírus

Barcelona, Espanha 9/7/2020 REUTERS/Albert Gea

BARCELONA (Reuters) - Os moradores de Barcelona foram instados nesta sexta-feira a ficar em casa e não se reunir em grupos de mais de dez pessoas, enquanto autoridades regionais tentam conter um aumento nos casos de coronavírus, ao mesmo tempo em que suspendem a imposição da quarentena obrigatória.

“Recomendamos que as pessoas não se desloquem se não for absolutamente necessário”, disse Alba Verges, chefe de saúde da Catalunha, em entrevista coletiva. “É muito importante respeitar essas medidas agora, é a melhor maneira de evitar um lockdown.”

Foi solicitado que os moradores façam compras online e que eventos culturais e esportivos também sejam limitados. Mas os museus permanecerão abertos na capital catalã, uma das cidades mais visitadas da Europa.

Barcelona, ​​que é a segunda maior cidade da Espanha, com uma população de 1,6 milhão de pessoas, viu seu número de casos de coronavírus aumentar em relação à semana passada.

A Espanha relatou o maior salto diário nas infecções por coronavírus em mais de dois meses na quinta-feira, com 580 novos casos registrados. A Catalunha e a região vizinha de Aragão lideraram o aumento.

A Espanha foi um dos países mais atingidos da Europa, com mais de 28 mil mortes na pandemia. A estrita quarentena nacional foi suspensa em 21 de junho, mas logo surgiram mais de 170 focos, levando as autoridades regionais a impor uma série de restrições locais.

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below