October 12, 2019 / 5:26 PM / 4 days ago

Alemanha proíbe exportação de armas para Turquia depois de ataques a Curdos

FRANKFURT (Reuters) - A Alemanha proibiu exportação de armas à Turquia após o ataque do país ao grupo curdo YPG na Síria, disse uma porta-voz do Ministério de Relações Exteriores neste sábado.

A Turquia lançou uma operação militar na quarta-feira, após o presidente americano Donald Trump retirar algumas tropas americanas que estavam apoiando as forças curdas na luta contra o Estado Islâmico.

Os Estados Unidos e a União Europeia já alertaram a Turquia sobre possíveis sanções por causa da ofensiva.

“No contexto da ofensiva militar turca o governo federal não emitirá nenhuma nova licença para qualquer equipamento militar que possa ser usado pela Turquia na Síria”, disse o ministro alemão das Relações Exteriores, Heiko Maas, segundo a porta-voz.

O comentário confirmou uma reportagem do jornal semanal Bild Am Sonntag.

O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlüt Cavusoglu, afirmou que seu país estava indiferente a proibições e embargos.

“Não importa o que ninguém faça, não importa se é um embargo de armas ou algo mais, isso apenas nos fortalece”, disse à emissora de rádio alemã Deutsche Welle, depois da publicação das afirmações de Maas.

“Mesmo se nossos aliados apoiarem a organização terrorista, mesmo se ficarmos sozinhos, mesmo se um embargo for imposto, não importa o que façam, nossa luta é contra a organização terrorista”, disse Cavusoglu.

A Alemanha exportou armas no valor de 243 milhões de euros (aproximadamente R$ 1,1 bilhão) à Turquia em 2018, equivalente a quase um terço de suas exportações de armas, segundo o Bild Am Sonntag.

Nos primeiros quatro meses de 2019, a Turquia foi o mais que mais recebeu armas da Alemanha, no valor total de 184 milhões de euros (R$ 834 milhões), disse o jornal.

A ministra da Defesa, Annegret Kramp-Karrenbauer, afirmou na sexta-feira que a Alemanha esperava que todos os aliados da OTAN - que incluem a Turquia - contribuíssem para estabilizar a região.

Reportagem de Arno Schuetze

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below