February 23, 2019 / 1:47 PM / 3 months ago

Três membros da guarda venezuelana desertam e passam para a Colômbia

CÚCUTA, Colômbia (Reuters) - Três soldados da Guarda Venezuelana desertaram em uma ponte na fronteira com a Colômbia neste sábado, em meio à crescente tensão com a aprovação de uma ajuda humanitária anunciada àquela nação, informou a autoridade nacional de migração.

“Três membros da guarda venezuelana acabaram de abandonar a ditadura de Nicolás Maduro na Ponte Internacional Simón Bolívar e solicitaram ajuda da Migração da Colômbia”, disse um comunicado oficial.

O presidente colombiano, Iván Duque, pretende entregar centenas de toneladas de alimentos e remédios ao líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, no sábado, para ser transferido para o país e distribuído a milhares de pessoas necessitadas.

Mas o líder socialista Nicolás Maduro, cada vez mais isolado desde que Guaidó se proclamou presidente interino em janeiro, anunciou que não permitirá a passagem da ajuda para a Venezuela.

Maduro, que descreve a entrega da assistência humanitária como um “show da mídia”, ordenou o reforço da segurança nas fronteiras para evitar qualquer incursão.

Reportagem de Luis Jaime Acosta

Nuestros Estándares:Los principios Thomson Reuters
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below